segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Bom Ano Novo de 2008

*



Serve o presente post para reforçar os votos de um Excelente Ano Novo de 2008 para todos os seus visitantes, para os restantes membros do blog, para os restantes blogs azuis e ainda para todos os atletas, dirigentes e funcionários dos Belenenses.


Não gostaria deixar passar a altura sem felicitar as equipas de Futsal e de Volei feminino que estão a efectuar prestações notáveis e a todos os níveis espectaculares, merecendo todo o nosso apoio.

A título de exemplo, a equipa de Futsal, que tem sido tão esquecida neste blog, venceu todos os 11 jogos do Nacional e dispõe de um avanço de 6 pontos para o 2º classificado (Benfica), com quem vai jogar na próxima jornada.

Um Bom Ano Novo de 2008 para todos e votos de muitas conquistas.

Até para o ano

.

Faleceu Homero Serpa

.

Faleceu Homero Serpa (1927-2007), jornalista de «A Bola», pai do actual director, Vítor Serpa.

Aos 80 anos, Homero Serpa mantinha uma coluna semanal naquele jornal e publicou Na Estrada (2006), Largo da Memória (2005) e Cândido de Oliveira Uma biografia (2000).

Homero Serpa era sócio honorário do Belenenses, clube onde foi treinador em 1970/71, Prémio «O Pepe» em(1983) e era membro do Conselho Geral do Clube.

À família enlutada apresentamos os Sentidos Pêsames.

Foto: Blog O Outro Lugar

Mantorras fora de jogo

.

Face às notícias vindas a público que deixam alguma intranquilidade, desta vez o Benfica esteve bem e fez-nos um favor, porque a nossa SAD está de férias, os vermelhos resolveram emitir um comunicado:


Comunicado

O SL Benfica SAD vem negar a autenticidade da notícia veiculada, hoje, pelo canal televisivo SIC Noticias, segundo a qual estaria a ser negociado o empréstimo do atleta Pedro Mantorras.

O SL Benfica SAD aproveita a oportunidade para confirmar que o atleta Pedro Mantorras manter-se-á integrado no seu plantel principal.


Lisboa, 30 de Dezembro de 2007


Os meus agradecimentos, já tinha desejado um Bom Natal, agora desejo um bom Ano de 2008, não querem desmentir o Brugesso também?

domingo, 30 de dezembro de 2007

Sempre em frente

.


Jogo entre o C. F. "Os Belenenses" e a Boavista F. C., realizado no Pavilhão Acácio Rosa às 15.00 horas do dia 29 de Dezembro.

Vitória contra uma equipa do nosso campeonato, e a passagem à 3ª eliminatória da Taça de Portugal.

C. F. "Os Belenenses" / Boavista F. C. 3/1 (25/15; 22/25; 25/23; 25/23)

A nossa equipa apresentou o seguinte seis inicial: Susana Marques, Rita Fernandes, Solange Rodrigues, Márcia Neves, Sofia Nascimento, Sandrine Sobrinho e Joana Guedes (Libero). Jogaram também Mariana Águas, Andreia Martins e Ana Carvalho.

Um 1º set em que as nossas jogadoras entraram muito bem no jogo e as nossas adversárias não souberam responder. E assim o set foi todo controlado pela nossa equipa, sempre com uma vantagem de cinco a seis pontos, sendo ampliada para o fim do set e por isso o resultado de 25/15 em 20 minutos, pareceu normal.

No 2º set, o jogo começou como tinha acabado no set anterior, com vantagem das nossas jogadoras. Mas com algumas correcções da equipa adversária, as nossas atletas perderam alguma concentração e acumularam muitos erros e as nossas adversárias aproveitaram muito bem todos eles, ganhando uma vantagem de quatro pontos e não mais deixaram de controlar o jogo por isso a nossa derrota no set por 25/22 em 24 minutos.

No 3º set as nossas atletas entraram para demonstrar que a derrota no set anterior tinha sido só uma fase de jogo menos boa e por esse motivo conseguiram uma vantagem de quatro pontos. Mas os erros do 2º set voltaram a acontecer e deixaram que as jogadoras axadrezadas empatassem aos 16 pontos. No entanto, uma paragem de jogo pedida pelo nosso treinador Afonso Seixas, e o bastante apoio do público presente, deu a motivação às nossas jogadoras para obterem uma nova vantagem de quatro pontos, que deu para gerir até ao final do set, com a consequente vitória por 25 / 23 em 25 minutos.

No 4º set, a equipa adversária entrou decidida a levar o jogo para o 5º set, e com alguns erros nossos de falta de concentração, fez com que tivessemos uma desvantagem de 4 pontos até aos 12, altura em que igualamos. A partir desse momento o jogo foi disputado ponto a ponto, sem superioridade de nenhuma das equipas até aos 22 pontos, altura em que a nossa equipa ganhou uma vantagem de dois pontos que soube gerir até ao final do set e por isso a vitória por 25 / 23 em 23 minutos.

Esta vitória era importante pois jogámos com um adversário directo ao apuramento para a fase final do nosso campeonato, e que nos vai visitar novamente no dia 26 de Janeiro para mais uma jornada do Campeonato Nacional e de certeza já com o plantel completo, e nessa altura não devemos nem podemos voltar a fazer os erros feitos deste jogo da 2ª eliminatória da Taça.

O nosso próximo jogo, é no dia 6 de Janeiro às 17.00 horas na Escola Vergílio Ferreira em Telheiras contra C. V. Lisboa..

Convidamos os sócios do Belenenses a dar o apoio às nossas atletas como o fizeram neste sábado. A todos os que nos apoiaram mais uma vez a equipa agradece.

Aproveito para lhe desejar um Bom Ano de 2008.

Luís Bettencourt

sábado, 29 de dezembro de 2007

Voleibol - Boavista foi ao castigo

.





Voleibol - Belenenses na 3ª eliminatória

.







Voleibol - Belenenses 3 Boavista 1

.






Voleibol-Esforço titânico vence eliminatória

.


Decorreu esta tarde no Pavilhão Acácio Rosa, a 2ª eliminatória da Taça de Portugal de Voleibol Feminino que colocou frente a frente o Belenenses e o Boavista.

Perante uma moldura de mais de 100 espectadores e que corresponde ao dobro do habitual, assistiu-se a um espectáculo de nível mas tortuoso ao nível da exibição e com uma má arbitragem como é difícil de acontecer.

Com efeito, a arbitragem não ajudou à divulgação da modalidade e a forte contestação por parte do público e voleibolistas deixa perceber que algo terá de ser feito a este nível, uma vez que é norma o "senhorio" e um excelente trabalho por parte dos árbitros e não podem deixar contaminar a modalidade por pessoas com insuficiências técnicas, para não admitir outros motivos.

O resultado de 25-15, 22-25, 25-23 e 25-23 revela bem o equilíbrio apesar do 3-1 final.

O 1º set conheceu alguma desatenção prontamente corrigida e com alguma facilidade foi resolvido por 25-15.

No 2º Set que começou atabalhoado viu a igualdade nos 15-15 e a partir daí as Boavisteiras pegaram nas rédeas conseguindo 3 pontos de avanço que foram gerindo até ao final, ganhando com esforço e sacrifício por 22-25.

O 3º set começou mal para as azuis e equilibraram as coisas pelo 8-8, ganharam três pontos de vantagem, mas o jogo morno e o início da contestação à arbitragem levou a equilíbrio nos 16-16. Numa luta e em esforço emotivo conseguimos a vitória por 25-23, sofrendo já de nervosismo reflexo da falta de rigor por parte dos árbitros.

O 4º e último set foi uma continuação da parte final do 3º set, oscilando entre escassa vantagem e igualdade, sendo os árbitros premiados com contestação por parte do público, face às decisões menos correctas. Registaram-se igualdade de marcador aos 10-10, 16-16, 17-17, 22-22 a partir daí e com perdas de parte a parte levaram o Belenenses a resolver a eliminatória pelo parcial de 25-13, 3-1 como resultado final.

Concluindo, foi um jogo emotivo resolvido nos pontos cruciais pelo esforço titânico das nossas voleibolistas que sempre acreditaram, apesar de terem acusado o peso das festas natalícias.

Ainda se ouviu o "até ao Jamor...", mas isso não é desta Taça, vamos lutar para levantar o caneco.

Para já os nossos parabéns à equipa e à secção.

O Belenenses segue em frente.

Como já é usual, contamos publicar uns vídeos do jogo e esperamos a conceituada crónica de Luís Bettencourt.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

A rainha vai nua

.


Os assíduos do site oficial são um número restrito de associados e bloguistas que conferem diariamente a fonte oficial.

Raramente se buscam novas porque feliz ou infelizmente o site é demasiado lento na notícia e quando a produz já está ultrapassada.

Vale o efeito de chancela e homologação de resultados, não vá o diabo tecê-las e alguém resolver desvirtuar intencionalmente ou por lapso promover errónea divulgação.

Importa dizer de ante-mão que tentei registar-me uma dúzia de vezes no site e nunca o consegui, pedi apoio e veio uma resposta banalíssima que cumpri à risca e pedi a terceiros que a seguissem e nada, resumindo desisti faz dois anos.

Diremos então que sou um sem cadastro, impedido de votar naqueles inquéritos e sem acesso a outras áreas exclusivas, apesar de sócio e bloguista.

Não é por isso que vem mal à terra, me sinto menos Belenenses ou deixo de passar pelo site e chego agora à conclusão que fui enganado.

Não vi e só agora descobri que a "LOJA AZUL: Aberta este sábado até às 13h00 e no dia 24 das 10h00 às 14h00
21-12-2007 20:06" assinado MB (presumo Miguel Barreiros).

Ora, enganei duas pessoas que queriam adquirir artigos da loja e a quem lhe disse que era melhor esquecer.

É certo que foi antes da publicação, mas bem podia ter sido posterior, porque estas coisas não se fazem assim.

Publicar algo dia 21 às 20h06, significa 6ª feira muito fora de horas, quando as pessoas jantam e sem imaginar que com as tolerâncias e encerramentos não permitem qualquer espaço para conhecer o propósito.

Era conhecido que a maior parte das actividades, incluindo piscinas estariam fechadas (nem se percebe porquê) dia 24 e 31 (2ªas feiras), ora como seria lógico as instalações fechariam e só dia 26 reabririam do ponto de vista comercial.

Decidir e publicar àquela hora e no site oficial é no mínimo fazer CAGADA da grossa.

O rei vai nu!

Assim não vamos lá!

Se efectivamente queriam abrir tinham que o divulgar antecipadamente, incluindo com o apoio dos blogues que nunca se fizeram rogados em divulgar o que é oficial por parte do clube.

É certo que para abrir 4 horas valia mais limpar as mãos à parede e dizer que estavam fechados porque os estarolas e a Decatlon esfregam as mãos com a incompetência dos vizinhos.

Rei por rainha, perferimos a Sara Santos cá por umas coisas.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Cromos do Belenenses

.
Yaúca

Voleibol - Taça de Portugal é sábado

.


O Voleibol não faz férias de natal e Sábado às 15h00 é no Pavilhão Acácio Rosa a 2ª eliminatória da Taça de Portugal.

A entrada é grátis, está na hora de apoiar o Voleibol.

De volta...

.


Depois de um natal frio, as ruas cheias de lixo e a falta de um mísero sítio para comprar uns cigarros ou principalmente tomar um café, fazem pensar que coisa é esta do natal.

Encontrar um espaço para almoçar ou jantar é milagre, seja em família ou simplesmente só é complicado.

Resultado, improviso e sobras.

Jornais saíram? não os vi e a net está parada ou quase.

Valha-nos o silêncio.

Umas notícias velhas ou renovadas nada dizem, Rolando em dúvida se volta, Rúben Amorim decide-se em Janeiro, uma mão cheia de nada.

Penso que amanhã a equipa volta ao trabalho depois destes 3 dias de férias (mais a folga), se o que li é verdade, portanto nem sei como foram dispensados jogadores com dúvidas se voltam.

Como o que pensa e faz o Jorge Jesus é tabu...

O pouco que é dado como certo não me agrada, Adriano por empréstimo daqueles lados é um velho tiro no pé que o Belenenses já deve ter esquecido a lição.

Se existe algo de verdade é mais um motivo de preocupação.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

É hoje...

.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Querem que bata palmas?

.

Não é o único treinador que se dá ao luxo de ter as mãos nos bolsos enquanto trabalha, mas os outros que já vi fizeram o trabalho de casa ou estão a ganhar.

Deve ser o único clube no mundo que estando em 7º quer ser o 10º.

Nem há paciência.

Falar de um não jogo que o primeiro remate à baliza adversária é aos 77 minutos, cujos jogadores não conseguem fazer três passes sem entregar a bola ao adversário ou perdê-la de forma infantil, é um martírio.

Aos 50 minutos depois de uns valentes "carrosséis" o V. Guimarães faz 11 passes até um adiantamento deixar a bola saír pela linha de fundo.

Dez minutos depois foram mais de uma dúzia de passes, sem um corte, pressão ou o que quer que fosse.

Dá para perceber que já nem vi o tal remate à baliza aos 77 minutos.

Termos perdido por 1-0 até parece incrível não terem sido mais, tal os buracos na defesa.

Deve ser uma forma de promover o golf mostrar os buracos aos adeptos.

Se é isto que os grandes Belenenses, Jesus e Janela andam a fazer escusam de pedir palmas.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Para onde vais?

.

Para onde vais Belenenses?

Para onde vais que os que te amam não te seguem.

Para onde vais que os que te idolatram se interrogam.

Para onde vais que os que querem vir esbarram com o espaço vazio.

Para onde vais que os que te querem ver não conseguem.

Para onde vais que os mais loucos não te acompanham.

Para onde vais?

Pássaro azul

NDB:Poema livre recebido para publicação e autoria referenciada.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Jogos na TV?

.
Claques ilegais levam clubes a jogar em estádios vazios
por SÍLVIA FRECHES

Os clubes que mantenham o apoio aos grupos organizados de adeptos não legalizados serão penalizados com a realização dos seus jogos à porta fechada. Esta é uma das penalizações previstas no projecto diploma para o combate à violência, racismo e xenofobia da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto (SEJD), que ainda carece de discussão e aprovação. Se a nova legislação já estivesse em vigor, por exemplo, Benfica e Vitória de Guimarães jogariam os seus encontros em "casa" sem público, o que representaria um enorme prejuízo financeiro.

É que, ao contrário do que se passa com as claques do Sporting e do FC Porto, as dos encarnados e as do Vitória não estão registadas nem tão pouco avançaram com o processo junto do Conselho para a Ética e Segurança no Desporto. Aliás, neste momento, umas dez claques, num universo de quase três dezenas, estão em situação legal, e outras tantas têm o processo em andamento.

"Apenas podem ser objecto de apoio por parte dos promotores do espectáculo desportivo, nomeadamente através da concessão de facilidades de utilização ou cedência de instalações, apoio técnico, financeiro ou material, os grupos organizados de adeptos constituídos como associações, nos termos gerais de direito ou no âmbito do associativismo juvenil, e registados como tal no CESD (...) A concessão de facilidades de utilização ou cedência de instalações a grupos de adeptos que estejam constituídos como associações é da responsabilidade do promotor do espectáculo desportivo, cabendo-lhe, nesta medida, a respectiva fiscalização", lê-se nos pontos 1 e 4 do artigo 12 do diploma, que é muito claro quanto à punição ao clube infractor: "O incumprimento do disposto no presente artigo implica para o promotor do espectáculo desportivo, enquanto as situações indicadas nos números anteriores se mantiverem, a realização de espectáculos desportivos à porta fechada." Um castigo que vem substituir a multa ou interdição de um clube jogar no seu estádio, mas que também nunca foi cumprida, à semelhança da obrigatoriedade do registo das claques (Decreto-lei 16/2004).

O acesso dos grupos organizados aos recintos desportivos também apresenta novidades. Entre elas o facto de os clubes não poderem vender bilhetes em quantidade superior ao número de elementos filiados. E para melhor segurança e fiscalização, os ingressos têm que estar devidamente identificados com o nome do titular.

As dúvidas de Madaíl

A proposta sobre o novo Regime Jurídico das Federações Desportivas - outro dos diplomas da SEJD apresentados no início da semana ao Conselho Nacional do Desporto - levanta algumas dúvidas a Gilberto Madaíl sobre a "representatividade democrática" do projecto. O presidente da Federação Portuguesa de Futebol aconselha a "maior prudência" na análise da proposta e reserva para Janeiro de 2008 uma posição.

Um dos pontos mais problemáticos do documento da SEJD prevê a redução do peso das associações distritais nas assembleias gerais das Federações. No actual regime jurídico, as associações distritais detêm 55% dos votos e se for aprovado o diploma passarão a ter só 35%. "A ser confirmado o teor de algumas das linhas mestras do documento, que já vieram a público, considero importante manifestar, desde já, as minhas dúvidas no que diz respeito à representatividade democrática futura da Assembleia Geral da Federação", advertiu Madaíl.

"in DN desportivo"

Pelos vistos vamos ter menos de 10% dos sócios chateados por não irem ao Restelo, mas bem vistas as coisas até nem somos os mais prejudicados.

Imprensa ou papeleiros dos estarolas?

.


De vez em quando dou um salto ao "google" e faço a busca por "belenenses", à escala mundial e sem qualquer filtro.

Tem alturas que há novidades numa xafarica qualquer ou clube brasileiro a tentar vender a sucata nativa, quiçá uma luta de galos por um poleiro qualquer.

Infelizmente, temos a dita "Comunicação Social" que não sei exactamente o que é que quer dizer a expressão, como não sei o conceito de "Imprensa" pelo menos em Portugal, que veicula tudo menos o que interessa.

Senão vejamos, temos a maior imprensa desportiva diária da europa e nem sei se exite algum outro país que tenha três diários desportivos.

Os ditos diários tratam em 80% futelol da 1ª liga, dos quais mais de 50% das notícias referem-se a três estarolas e seus coxos activos.

Comunicação Social? Imprensa? São mas é vendedores de papel tri-color sem a mínima noção do que é o fenómeno desportivo.

Pior nem sabem o que é uma notícia, a ver pelo chorrilho ilógico de títulos "O Benfica perdeu...", quando no desporto (dizem-se eles desportivos) o que interessa é quem ganha (dizem eles mais uma vez), mas desta não se lembram de escrever "O Belenenses ganhou...".

Depois é simples, são "papados" por blogs a torto e a direito.

E mais vejamos a listagem dos 25 sites com notícias de 960 000 sítios ou artigos em 20/12/2007 às 18h00.

osbelenenses.com
Blog do Belenenses
Blogue CFBelenenses
Clube de Futebol «Os Belenenses» :: zerozero.pt
Clube de Futebol Os Belenenses - Wikipédia

CANTO AZUL AO SUL - BELENENSES
Blog Futuro Belenenses
Maisfutebol - Superliga - Índex de Notícias
Belenenses Sempre
SIC Online - Benfica defronta Belenenses

Sol
TSF Online
Belenenses XV
Jornal Record
PUBLICO.PT

julio futsal cfb
OJOGO ONLINE
DN Online: Belenenses merecia mais e Marco só fez uma defesa
Renascença - Música e Informação Dia a Dia
"Ser Belenenses"

abola.pt - «A BOLA on-line»
Belenenses Timor
Belenenses club info
RUGBY - BELENENSES
belenenses (lpfp)

Depois queixem-se de que não se vendem jornais e se não fôr pedir muito, digam aos Belenenses qual é o conceito de "Comunicação Social".

Natal submerso

.

FELIZ NATAL
Com o apoio da Coordenação da natação do complexo das piscinas do Restelo

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Voleibol - Reconhecimento

.

Depois de um período de esquecimento em que as notícias de Voleibol estavam arredadas para "breves", o site oficial do Clube de Futebol os Belenenses entendeu chamar à primeira página as crónicas da modalidade, congratulamo-nos com o facto.

Sabemos das dificuldades que enfrentam os diversos sectores do clube e não queremos abusar dos que se dedicam de forma graciosa à actualização daquele orgão de informação, mas mesmo assim metemos uma "cunha", gostariamos de ver o plantel devidamente registado.


É que a informação para além de ser omissa é também incorrecta (são voleibolistas e não atletas) e é dado como inextistente o plantel.

Para os interessados na modalidade não deixará de ser estranho que uma equipa que está em 2º lugar não tenha jogadoras.

Voleibol - De vento em popa

.

Após a 10ª jornada o Belenenses mantem o 2º lugar e a classificação está assim ordenada.


Está marcada a 2ª eliminatória da Taça de Portugal para dia 29 de Dezembro de 2007, às 15.00 horas no Pavilhão Acácio Rosa.

As Belenenses defrontam as Boavisteiras que ocupam o 4º lugar na tabela classificativa do campeonato A2.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Cromos do Belenenses

.
Vitor Cabral


Vitor Cabral, um keeper à moda de outros tempos.

Bom senso é grande prenda

.


Depois de 6 jogos sem cheirar a vitória ou seja desde 8 de Outubro quando venceu o Boavista por 4-2, o Belenenses só agora deu o ar da sua graça e venceu o Benfica.

Contentam-se com pouco os sócios do Belenenses.

Em qualquer clube com aspirações, nem era preciso dois meses sem ganhar, para cair o Carmo e a Trindade, pelo Restelo tudo é branqueado com facilidade.

Dado como o 5º maior orçamento da liga, a equipa está longe de justificar o investimento.

Para além do mais, a forma inglória com que se abandonaram as três taças desta época, deveria ser motivo bastante para uma reflexão séria sobre o futebol do Belenenses.

Um orçamento ao nível do V. Guimarães ou do V. Setúbal decerto chegaria para fazer melhor em todas as frentes, desde que houvesse competência e profissionalismo.

A falta de um diagnóstico assumido e imputação de responsabilidades pelos maus resultados é urgente.

Não é admissível que alguém esteja numa competição com ambição e o discurso do 10º lugar, como não o é assumir um empate como positivo, seja esse empate contra quem fôr.

Quando os responsáveis não acreditam nem veiculam um discurso ganhador, quem é que o deve fazer? Os adversários?

O resultado desta triste realidade virá em 2008 quando só houver jogos dos adversários para ver porque o Belenenses já foi eliminado de tudo quanto é competição extra campeonato.

Perceberia se a aposta forte fosse o campeonato, mas aspirar ao 10º lugar que está abaixo do meio da tabela e bem abaixo do zero do bom senso, decerto não levará mais adeptos ao estádio.

Votos de Feliz Natal!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Blog Voleibol Belenenses

.


Já está disponivel mais um blog, o Voleibol Belenenses em http://www.belenensesvoleibol.blogspot.com/ que aqui saudamos e desejamos as maiores felicidades na divulgação do Belenenses e desta modalidade amadora.

Agora só falta mesmo um cachecol para apoiar a modalidade e aqui deixamos uma idéia.


Natal tranquilo - Volei

.

Jogo entre o C. F. "Os Belenenses" e a C. V. Oeiras, realizado no Pavilhão Acácio Rosa às 20.30 horas do dia 16 de Dezembro de 2007.

Vitória expressiva para começar bem a 2ª volta do Campeonato.

C. F. "Os Belenenses" / C. V. Oeiras 3/0 (25/23; 25/19; 25/19)

A nossa equipa apresentou o seguinte seis inicial: Rita Fernandes, Solange Rodrigues, Márcia Neves, Lara Fernades (cap.), Sofia Nascimento, Sandrine Sobrinho e Joana Guedes (Libero). Jogaram também Elisabete Lourenço, Ana Fernandes, Andreia Martins, Ana Carvalho e Mariana Águas.

Um 1º set, equilibrado até aos 13 pontos, com um voleibol que por vezes não foi bem jogado, mas emotivo, onde as adversárias em momentos foram superiores, e em resultado disso mesmo, uma vantagem de 3 pontos até aos 20, mas com uma boa reação das nossas atletas e muita concentração, conseguimos passar para a frente aos 21/20 e a partir desse momento não mais perdemos a nossa vantagem e a consequente vitória por 25/23 em 27 minutos.




No 2º set, as atletas do Belenenses entraram para não serem surpreendidas e demonstrarem em campo que tem mais equipa que as nossas adversárias e foi com facilidade que o resultado chegou aos 13/4, mas uma falta de concentração e alguma displicência, pois foi com facilidade que conseguimos uma vantagem de 9 pontos, deixou que as nosssas adversárias chegassem a ter uma desvantagem de 2 pontos, mas depois tudo voltou ao normal e a nossa superioridade voltou, e foi com naturalidade que ganhamos o set por 25/19 em 23 minutos .



O 3º set começou com uma boa reação das adversárias, onde estiveram em vantagem por 2 pontos até aos 12/10, mas com três bons serviços da nossa atleta Márcia Neves, passámos para a frente do marcador, e não mais perdemos vantagem e assim fomos ampliando o resultado até ao final do set que acabou com o resultado de 25/19 em 32 minutos, e a consequente vitória no jogo.

Com esta vitória, o Belenenses começa a 2ª volta com uma vitória e mantém o 2º lugar na classificação.

O nosso próximo jogo, é no dia 6 de Janeiro às 17.00 horas contra o C. V. Lisboa, na Escola Vergílio Ferreira em Lisboa. Continuamos a contar com o apoio dos nossos estimados sócios.

Luís Bettencourt

domingo, 16 de dezembro de 2007

Voleibol - 10ª jornada - Videos

.










Deixamos três clips de video do jogo Belenenses-C.V. Oeiras que as nossas voleibolistas venceram por 3-0.

Desejamos os votos de feliz natal para todos os praticantes e adeptos desta modalidade e para os Belenenses em particular.

Como é habitual ficamos a aguardar a crónica de Luís Bettencourt.

Voleibol - Simplesmente sublime

.

O Belenenses venceu o C.V.Oeiras esta noite por 3-0 com os parciais de 25-23, 25-19 e 25-19 a contar para o campeonato nacional de A2 seniores femininos.

Em noite de jantar da equipa e ante-vendo a confraternização as nossas voleibolistas iniciaram o 1º set algo descontraídas, direi mesmo, excessivamente confiantes.

Resultado, a vantagem inicial que nem era significativa viu a recuperação para 11-11 por parte da CV Oeiras que mostrava não estar ali para servir de treino e o duelo foi bastante equilibrado e sofrido até aos 23-21.

A atenção de Seixas e a concentração resolveu o 1º set.

Correcções de posicionamento e uma luta sem tréguas garantiu o 2º e 3º sets, ambos por 25-19, que pela diferença parece ter sido simples mas não o foi, quer pelo valor patente das adversárias quer pela entrega das nossas jogadoras.

Para se despacharem para o jantar tiveram que deixar de pensar no dito, é assim a vida.

Parabéns pela excelente vitória.

Voleibol - Uma pergunta a...

.

Rui Águas adepto do voleibol Belenenses

Pedimos desculpa

.
O Belenenses que já não ganhava há 7 jogos bateu o Benfica, candidato ao titulo por 1-0, com um golo espectacular de Weldon.

Desta forma, pede-se desculpa aos maldizentes,
- Aos benfiquistas,
- Aos opositores,
- Aos derrotistas,
- Às tradicionais más linguas que procuram a todo o custo manchar o trabalho de um bom grupo de profissionais.




O Belenenses está vivo e esta equipa enche-me de orgulho. A vitória já não seria precisa, pois vê-se que a equipa melhora de jogo para jogo e dá gosto vê-la jogar.

Dizem os antigos, que uma boa equipa constrói-se de trás para a frente e razão tem o Jorge Jesus em dizer que é importante não perder. A equipa está em construção e nem sempre os resultados são condizentes com as exibições.

Hoje, nem a falta de Hugo Alcantara, nem a lesão de Rodrigo Alvim foram suficientes para baixar o ânimo deste jogadores, que mostraram ambição e vontade vencer, como nem sempre se tem visto.

Uma palavra final para algo que acho que devia mudar nos jogadores desta equipa: tentarem sempre marcar golo e não se deixarem cair com pequenos toques. Os árbitros dificilmente marcam penalties a nosso favor, pelo que mais valia um esforço suplementar para continuarem as jogadas.

Os meus parabéns a toda a equipa e em especial a quem tem apostado neles.

sábado, 15 de dezembro de 2007

Belenenses domina Benfica rendido

.


Depois do sofrimento veio a incerteza e seguiu-se a tranquilidade.

Na realidade o pseudo-favoritismo do Benfica era mesmo treta e a bendizer estão ao nível dos nossos júniores.

Weldon deu-nos a prenda de natal aos 71 minutos e foi dizendo que a equipa luta pela "europa".

Estranho que o treinador luta pelo 10º lugar e tal não é consentâneo com a europa, logo alguém está a mais.

JJ só faltou pedir desculpa por ter ganho, para quando terminar o discurso miserabilista deste cavalheiro.

A popular lei da rolha nortenha, também conhecida por "black out" ajustava-se que nem uma luva para quem não tem ambição e faz questão de dizer dislates ou pior executá-los.

Silas dedica a vitória ao presidente, presumo que a Cabral Ferreira à falta de maior precisão porque com tantos presidentes vou-me baralhando e de me lembrar das acusações de "lampião" nas AGs fico a pensar.

Não se percebe o discurso do treinador quando a equipa domina e detem a posse de bola para além de vulgarizar um Benfica medroso e incapaz, tal como reduziu um Porto no seu reduto.

Enfim, valha-me que este natal não vou levar com os lampiões a fazer conversa e quando quiser chatear algum, basta perguntar se o Camacho está melhor.

À margem falta-me saber se as claques legalizadas podem lançar os fumos que lhe aprouver?

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Belenenses em força - Antevisão volei

.



O Belenenses vai jogar com o C.V. Oeiras no próximo domingo pelas 20h30 no pavilhão Acácio Rosa.

Decerto não será fácil porque o C.V. Oeiras quer entrar no grupo dos 4 com acesso à 2ª fase e está à beira de o conseguir, logo a vitória é como pão para a boca e a derrota pode hipotecar as suas aspirações.

O C.V. Oeiras tem valores acima da média, incluindo uma voleibolista internacional de referência.

Não será um jogo fácil, muito longe disso e consciência plena das consequências têm os responsáveis da modalidade, treinador Seixas e as voleibolistas.

Para nós não será um jogo do "mata, mata..." mas é um jogo em que colocamos o prestígio e o querer na balança.

Quem são as melhores, apenas no final se saberá mas o factor casa e o 2º lugar contra o 6º dão natural vantagem às nossas voleibolistas.

A classe, a postura e o espírito de sacrifício estarão em campo.

As Belenenses tem como meta a vitória, mas o C.V. Oeiras não é clube para dar de barato.

Domingo às 20h30 vamos saber e que tal levar um cachecol ou uma bandeira e dizer presente?

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Cromos do Belenenses

.
Hertz


Hertz Alcântara, nascido a 1 de Novembro de 1951, foi um médio brasileiro que o Belenenses recrutou ao Sp. Gijón de Espanha e que completou duas temporadas de Azul vestido (1978/1979 e 1979/1980).

Agradecem-se quaisquer informações adicionais a respeito deste antigo jogador do Belenenses.

Volei - Curiosidades - Líbero

.


Sabia que…

No voleibol existe um jogador com equipamento diferente?

Esse jogador denomina-se LÍBERO e a sua principal função é a recepção da bola depois de um serviço, saque ou volar do adversário.

A recepção é feita com um só toque, normalmente por “manchete” (braços esticados e paralelos) ou com as mão abertas, mais concretamente com as pontas dos dedos em flexão (toque).

A recepção encaminha a bola para o distribuidor ou levantador que por sua vez a dá para o ataque.

A função de líbero foi introduzida nas últimas alterações às regras no final do século passado.

O Líbero não pode fazer o serviço e não conta para as substituições, para além de outras regras secundárias.

No Belenenses é frequente o treinador dispôr a 1ª linha de lado para que a recepção se faça com toda a visibibilidade, tal é a qualidade da líbero.

Ahhh e o barulho que ela faz a puxar pelo pessoal e as palmas servem para desconcentrar o adversário e animar a jogadora do serviço, não faz parte das regras, é nesta altura que se deveria ouvir BELÉEMMMMMMM.

Belenenses - Benfica a festa de natal

.


O Belenenses vai receber o Benfica no próximo sábado pelas 19h30 com transmissão na Sportv1.

Um dos derbys lisboetas que em outros tempos enchiam estádios, dificilmente colocará no Restelo 10 000 espectadores e desses mais de metade serão Belenenses.

O Benfica já não é o que era e a 7 pontos do líder do campeonato antes do natal relega-o para a condição de clube banal.

Acresce ainda o facto de vir de uma derrota em casa frente ao F.C. Porto, clube que sofreu um empate em casa com o Belenenses.

Se Jorge Jesus não complicar e se não se der ao desfrute de jogar para o empate, será um jogo fácil.

Um jogo que bem pode ser a festa de natal azul.

Assim, como no Restelo mandam os Belenenses o prognóstico é simples, os pontos ficam no Restelo.

Voleibol - Belenenses-C.V.Oeiras

.


No próximo domingo às 20h30 é o início da 2ª volta da 1ª fase de voleibol feminino A2, que se realiza do Pavilhão Acácio Rosa, onde os Belenenses defrontam o C.V. Oeiras.

Os Belenenses estão em boa posição para a 2ª fase e a classificação está assim ordenada:



Entretanto, fonte próxima da modalidade admite que para a próxima época os Belenenses deverão inscrever pelo menos uma equipa masculina.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Vobeibol - Supremacia e 2º lugar

.


9ª jornada do Campeonato Nacional da Divisão A2

Jogo entre o C. F. "Os Belenenses" e a C. D. Póvoa, realizado no Pavilhão Acácio Rosa às 15.00 horas de 9 de Dezembro de 2007.

Vitória importante para terminarmos a 1ª volta do campeonato em 2º lugar, contra uma equipa aguerridamas que não atravessa um bom momento.

C. F. "Os Belenenses" / C. D. Póvoa 3/1 (25/14; 21/25; 25/12; 25/16)

A nossa equipa apresentou o seguinte seis inicial: Mariana Águas, Solange Rodrigues, Andreia Martins, Márcia Neves, Sofia Nascimento, Sandrine Sobrinho e Joana Guedes (Libero). Jogaram também Ana Carvalho, Lara Fernandes (cap.), Ana Fernandes, e Rita Fernandes.

Um 1º set onde a supremacia das nossas atletas foi uma realidade, onde demonstrámos uma superioridade em jogo jogado, que as adversárias não souberam contrariar. Por este motivo a nossa vitória no set por 25/14 em 20 minutos.

No 2º set, as nossas adversárias não entraram bem no jogo e as nossas atletas deram seguimento ao bom jogo que terminou o set anterior. O Belenenses chegou aos12/8 com facilidade, mas uma boa reacção das atletas do Póvoa, clube que o ano passado ficou em 4º lugar do campeonato, e alguns erros e desconcentração das nossas atletas, fomos surpreendidos pelas nossas adversárias com a derrota no set por 25/21 em 22 minutos.

No 3º set o nosso treinador Afonso Seixas manteve o mesmo set no terreno de jogo, trocando apenas posições a três jogadoras, e com mais concentração não deixámos que as adversárias pudessem pensar em nos surpreender novamente e foi com naturalidade que vencemos o set por 25/12 em 17 minutos.

No 4º set, o Belenenses entrou para vencer o mesmo e o jogo. As nossas jogadoras praticaram um voleibol com espectáculo, fazendo vibrar a assistência presente que muito apoiou a nossa equipa, com destaque para a Fúria Azul, e não deu reacção às adversárias e por isso a vitória por 25/16 em 20 minutos.

Com esta vitória, o Belenenses termina a 1ª volta, em 2º lugar a um ponto do 1º classificado.

O nosso próximo jogo, é no dia 16 de Dezembro às 20.30 horas no Pavilhão Acácio Rosa contra o C. V. Oeiras, equipa que também luta para o apuramento para a fase final.

Convidamos os sócios do Belenenses a dar o apoio às nossas atletas para assim conseguirmos mais uma vitória.


Luís Bettencourt

domingo, 9 de dezembro de 2007

Volei no Restelo

.

É complicada a atenção que o site oficial dedica às modalidades amadoras.

Entre referências tardias, até ao envio para breves de notas e artigos sobre resultados, ocultando e dando relevo a umas em detrimento de outras dará para reflectir.

Não serão resultados desportivos de seniores e equipas principais?

Será porque existem modalidades que gastam mais com o policiamento que o que obtêm na bilheteira, logo terão que justificar um falso amadorismo que não encontra qualquer justificação em se apoiar nas estruturas amadoras do clube.

Entre tantos fotógrafos, incluindo a presença de Luís Silva no pavilhão, justificaria algum cuidado, evitando artigos como da jornada anterior com a AA Coimbra que foi ilustrado com uma foto de com jogo com o Guimarães.

Desconfiado dos critérios editoriais do site oficial, vão mais uns clips para ilustrar o jogo de hoje.














Voleibol - Vídeos

.

Benenenses 3 - C D Póvoa 1 A2 2007






Voleibol - Belenenses 3 - CD Povoa 1

.


A 9ª jornada de voleibol feminino A2 levou emoção ao pavilhão Acácio Rosa.

Com os parciais de 25-14, 21-25, 25-12 e 25-16 dá para imaginar o quanto não é fácil esta equipa da C.D. Póvoa.

A C.D. Póvoa tem excelentes praticantes e utiliza táticas bem formuladas, mas sem continuidade, direi melhor que vão de "embalagem".

Seixas percebeu isso e corrigiu, temporizou, fez alterações que deram serenidade a algumas voleibolistas do Belenenses, ou seja colocou água na fervura.

Se o primeiro set não começou com facilidades e veio a terminar com 25-14, no segundo set complicou-se para o Belenenses e sensivelmente a meio o CD Póvoa agigantou-se, vindo a ganhar este set por 25-21.

As Belenenses ganharam mais disciplina e não facilitaram tanto no 3º set e 4º set que matou o jogo, não antes que de amíude a perda de volar fosse uma constante e o "correr atrás do prejuízo" fosse uma obrigação bem executada com determinação.

De um modo geral notou-se alguma intranquilidade nas nossas voleibolistas, mas souberam sempre elevar a sua invulgar qualidade face às opositoras.

Ambas as equipas proporcionaram um excelente espectáculo com grande entrega e a equipa de arbitragem esteve bem e deixou jogar.

Como temos vindo a fazer, contamos publicar alguns vídeos e contamos publicar a crónica de Luís Bettencourt assim que nos chegar.

APITA, APITA, mas apita bem...

.



Dª Ana dizia baixinho meia hora antes do jogo "O Jesus não gosta de taças" e pensei para comigo, como já se livrou de duas esta época não vai fazer esta desfeita, errado.

Foi preciso Cândido Costa ser expulso para o Belenenses acordar. Tarde, muito tarde.

A sombra do empate e o ódio aos empates que o JJ entende ser a divisão dos pontos tão positiva como a vitória deixava os espectadores em choque.

Enquanto o esforçado animador ensaiava "rumo ao Jamor", tinha quem pensasse no JJ "rumo às favelas" e nada ajudava.

O comentador pedia uma salva de palmas para os jogadores no final, veio-me à memória uma excelente observação que titula um post de Gennaro "Na minha profissão, se fizer merda, o meu chefe não me bate palmas" e como eu muitos sócios viraram as costas e fizeram carreirinha para a saída.

Mal empregados os 7,5 euros e pior, saber que são divididos com o adversário que não meteu lá 10% da nossa mísera assistência.

Um dos vários lances que revoltaram os sócios que pediam canto, aqui fica para mostrar a arbitragem de favor.

O dia da desilusão

.

Depois de ter visto a Taça UEFA mal perdida por força de rasgos a espaços e servilismo exagerado temi pelo que se seguia.

Não vi a miséria que prostrou este Belenenses perante um portimonenses que com o devido respeito está a anos luz do Belenenses, enquanto equipa amadora, se orçamento, etc. e lá foi a Taça da Liga.

Como não há duas sem três, lá somos despachados da Taça de Portugal na primeira eliminatória em que participamos.

Ou sei que tem gente que me quer meter os dedos nos olhos e dizer que temos uma grande equipa, um grande treinador e que nestas coisas o que interessa é gerir todas as competições.

Ora metam o discurso onde quiserem porque isto não é coisa nenhuma.

Não me venham com orçamentos que temos o 5º orçamento da liga, portanto não é dinheiro, não é azar, nem tudo é explicado pela arbitragem.

Porra! Joguem à bola ou vão de férias.

Não sou treinador nem cego, mas porque é que não tenho visto o Areias, o Mano, o João Paulo a entrar como titulares?

Não dão rendimento a JJ ou a Janelas como se ouve nas bancadas, porra mandem-nos ir governar a vida para outro lado.

Respeitem o Belenenses!

Deixo-vos o melhor espectáculo de ontem que por acaso antecedeu o jogo.


Quem não complica marca IV

.

João Paulo fez o que esteve ao seu alcance e foi o melhor em campo.

Quem não complica marca III

.


Roncatto cumpriu apenas no último momento

Quem não complica marca II

.


Rolando faz o 2-2 no 3º penalty para o Belenenses

sábado, 8 de dezembro de 2007

Quem não complica marca I

.


Rubem Amorim marca o 2º penalty e converte

Zé Salazar falhou !

.


Zé Pedro que é um dos mais queridos jogadores resolveu matar a eliminatória a favor do adversário.

Uma infelicidade que acontece aos melhores e não por isso, mais por alguma ineficácia e força de vontade que não demonstrou, tornou-se o patinho feio a meias com JJ.

O dom de complicar

.
A crença era pouca e só à ultima da hora me decidi ir ao Restelo.

Cá dentro a revolta era grande e entre ir para ver um mau espectáculo ou ficar algures à espera de saber o resultado, a decisão recaiu pela primeira hipótese.

Descrente e desanimado só me restava ver umas figurinhas a fazer que jogavam com meia dúzia de gatos pingados na bancada.

JJ com as mãos nos bolsos como se tivesse ter saído de um filme de terror.

A pior visão confirmou-se.

Estranhamente o speacker desta vez agradou-me bastante e fez das tripas coração. Nem sempre faço reparos pela negativa, para mim são justos e desapaixonados.

Nas bancadas o punhado de poucos mais que uma AG mostravam o seu doentio e doloroso dever de estarem presentes sob o desplante de se entreterem a regar a relva minutos antes do início do jogo. Parecia a fonte da praça do império, ao menos metessem luzes às cores.

A atmosfera esfriou ainda mais.

Com os pro-formas iniciais, o à vontade e a cabeça baixa mais parecia que a tropa ia para o maior frete da vida.

Nunca gritei tanto num jogo pela inércia que via defronte dos olhos e nem queria acreditar que estava no Restelo.

A claque ficava gelada a espaços e o ambiente era tenebroso.

Ao lado Telmo Carvalho com quem falava sem tirar os olhos do relvado.

A conversa alastrou entre-filas e houve alturas que mais parecia um debate.

Reduzidos a 10, foi a tragédia e no terreno era o faz de conta que se jogava.

O porquê de João Paulo não jogar mais foi um tema de consenso, mas que dizer...

Críticas para Jesus e Janela até dizer chega.

Já próximo do fim do jogo, um golo, dois golos, o empate que não servia, o famigerado empate quando os jogadores nem podiam com a própria sombra.

A falta de vontade e os passes para trás queimaram tempo e energia preciosa.

O prolongamento foi o esticar dos nervos dos espectadores sem resultado.

Deu para tudo, com o Luís Lacerda ao bate papo na fase final, cumpre aqui dizer que injustamente lhe imputei responsabilidades no comunicado da direcção. Foi ele o editor, mas não teve qualquer responsabilidade no texto, logo, as minhas públicas desculpas.

O final, já todos sabem, perdemos 4-5 nos penaltys com José Pedro a falhar o primeiro.

Concluindo, JJ é um treinador acomodado que se borrifa para as competições acessórias e perdeu todo o crédito de respeito e consideração que tinha acumulado no ano passado.

Agora é arrastar-se até que o empurrem, por um campeonato onde ele está uns furozitos acima do que ameaça conseguir, com os rapazes que foi buscar às favelas.

Se fosse editor do "Alternativa Belem" dizia uma asneira, como não sou só penso.(desculpem lá rapazes, tudo de bom para vocês, mas é preciso fazer propaganda, né? )



O primeiro golo que dá esperança


O segundo que nos leva para prolongamento

Ba-ta-tas

.

Que comunicado senhores e senhoras.

Valha-me S. Cipriano, hoje santo e outrora feiticeiro.

Um comunicado que chega com mais de oito horas de atraso bem podia ter sido mais cuidado.

Pouco dá para perceber e vamos lá ler esta coisa de novo.

O Dr João Neves enviou uma mensagem.

Por SMS, air mail, mensageiro, menssenger, email, telegrama, pombo ou outro?

E o que é que dizia a mensagem? Se não interessa ao comunicado porque é referida? O referido dr pertence à direcção?

Enfim, o Prof José Anes terá sido convidado, porque para estar presente só pode, porque a reunião é de direcção ou não?

Seria bom que uma reunião com estas características fosse identificada nos termos reais e não com divagações.

Ficamos a saber que estiveram todos os vices e então o presidente?

Decidam-se e sejam claros.


Dá-nos a informação que vamos ter informação sobre o conteúdo das reuniões da direcção, apesar de se dispensar aquele reparo da "grande maioria" porque foi mais ou menos a mesma maioria que chumbou o orçamento.

Ponto 1- Para além de remodelação não se escrever assim, o que é que está a ser feito nos balneários e o que é que vai ser feito no "Maracananzinho", vão relvar aquilo? Digam que os sócios gostam de saber.

Ponto 2- Entre considerandos despropositados, onde está a objectividade???

Ponto 3- Admitindo que não sei quem é o sócio, mas se a direcção quer agradecer, tudo bem, mas terá de ser ele a pensar o futuro do clube? Se é para isso não deveria estar na direcção? Que raio é que se prepara para fevereiro em que convites para presidir e presidentes, mais não sei o quê que leva a convocar uma AG, presumo que não seja marcada por este presidente, para decidir o quê? Não podiam ser mais claros? E se aparecerem os do costume a dizer que a direcção tem que se demitir?

Ponto 4- Vem o presidente da CML ao Restelo, a forma como está escrito denúncia que a CML ou tem só um vereador ou é o vereador presidente, mais vago não poderiam ser. E vem fazer o quê? Comer croquetes?

Ponto 5- Se ainda é mais grave do que sabemos, vai lá vai, mas a direcção quer no andebol os atletas se dediquem ao remo e remem todos para o mesmo lado? Pronto, piscina com eles.

Ponto 6- Estamos lixados.

Ponto 7- Estão lixados.

Ponto 8- Digam isso ao JJ, mas cá para mim andam a gozar com o editor (do comunicado) coisas minhas.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

E a direcção disse...

.
Realizou-se, ontem dia 6 de Dezembro uma reunião de direcção, aliás como são feitas quase semanalmente. Nesta reunião esteve presente o Sr. Presidente da AG Prof José Manuel Anes, tendo enviado uma mensagem o Sr. Presidente do Conselho Fiscal Dr. João Neves.

Todos os vice- presidentes estiveram presentes

Foram focados vários pontos da gestão do Clube e feita uma análise de assuntos diversos, contudo, decidiu a Direção, que no dia seguinte a qualquer reunião seja publicado no site do Clube e no jornal seguinte os comunicados emanados daquelas reuniões , de forma a que os sócios se possam inteirar do verdadeiro dia a dia de uma Direcção, eleita recentemente pela grande maioria . Assim,

1. Fomos informados, pelo pelouro que a remodulação dos balneários dos Campos nº2 e nº 3, está praticamente concluída. Estando neste momento em cima da mesa uma solução para o “Maracanazinho”.

2. Depois do licenciamento do Estádio do Restelo, em que muitos não acreditavam, e até foram ofensivos para a Direcção, informamos que o dossier e candidatura para 2008/2009, já está pronto e irá ser entregue dentro de pouco tempo na FPF;

3. Agradecer publicamente ao sócio FERNANDO TRINDADE, o empenho de pensar no futuro para o clube, e publicamente convidá-lo a presidir e criar uma comissão, destinada a organizar e marcar para Fevereiro um encontro de belenenses, de forma a que o Sr. Presidente possa marcar uma AG, que analise, discuta e aprove eventuais alterações que esse Seminário, nas suas conclusões entenda apresentar;

4. No próximo dia 15 de Dezembro, o Sr. Presidente da CML, deslocar-se-á ao Restelo, estando neste momento a ser marcadas reuniões com o Sr Vereador de modo que este executivo camarário se inteire na totalidade da realidade do Belenenses e das suas necessidades. A direcção nomeou para estes contactos preliminares, o Sr. Presidente substituto Dr. Carlos Viana de Carvalho e o Sr. Vice presidente das instalações e património, Engº Fernando Barata Marques;

5. Em relação ao Andebol, a Direcção esteve a inteirar-se dos problemas existentes, mais graves do que o presidente e restante direcção imaginavam. Definiu uma estratégia para minorar esses problemas, mas eles irão acompanhar-nos durante toda a época. De qualquer forma, no Andebol e noutras modalidades o mais importante é que os dirigentes, os técnicos e os jogadores , sem pressões da C.S. e recatados, rumem para o mesmo lado;

6. Em relação às piscinas, foi decidido fazer um levantamento total da realidade. O Vice-presidente Dr. Pedro Silva apresentará a uma das próximas reuniões de Direção, as suas conclusões.

7. Em relação à Fúria Azul, que todos sabem que não tem outra solução que não seja a sua legalização face à legislação em vigor, a Direção reafirma a disponibilização de meios de forma a que o possa fazer o mais rápido possível, tal como o fez quando da publicação da lei. Agora, sem documentos individuais, nada é possível. O novo interlocutor junto da Fúria Azul será o Dr. Miguel Ferreira.

8. Os Orgãos Sociais do clube, continuam coesos e com inabalável determinação de colocar o clube nos patamares mais elevados do desporto português. Já demonstrámos que contra ventos e marés sabemos trabalhar. Num ano em que tivemos dos maiores êxitos desportivos em todas as modalidades, num ano em que as expectativas se mantêm intactas em relação aos êxitos desportivos, não é admissível, que seis meses após umas eleições muito concorridas, haja “belenenses” cujo único fito é derrubar a Direcção tal como o fizeram no ultimo mandato. Com a coesão que temos, com a vontade que temos só podemos fazer progredir o Belenenses. Assim continuaremos até ao fim do mandato

A Direcção

7 de Dezembro de 2007 19:30

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Voleibol-Regras da competição

.


O voleibol tem regras próprias, pelo que pedimos a Luís Bettencourt que nos esclarecesse sobre o método de classificação e especificidades das provas oficiais onde participamos.

Amavelmente, respondeu-nos e aqui damos conta da sua explicação:

Luís Bettencourt-Em resposta ao seu mail, vou tentar explicar o modo de funcionamento do nosso campeonato nacional da divisão A2.

O nosso campeonato nacional é composto por dez equipas,que se defrontam a 2 voltas.

Os quatro primeiros classificados, vão disputar uma fase final, jogando novamente a 2 voltas.

Nesta fase contam metade dos pontos trazidos da primeira fase.

Depois, são apurados os dois primeiros classificados, que irão participar numa final concentrada a quatro equipas com as representantes da Madeira e dos Açores. O vencedor dessa fase final, será o Campeão Nacional e sobe de divisão.

As últimas seis equipas da 1ª fase, também com metade dos pontos, defrontam-se entre si também a duas voltas, para uma classificação final do 5º ao 10º lugar, descendo depois a última classificada, à II Divisão.

Nesta fase, é importante por exemplo para o nosso clube, tentarmos manter a nossa classificação como está, e tentar não perder mais nenhum jogo, para não deixar que o Vitória de Guimarães, 1º classificado neste momento, se distancie do Belenenses.

Ainda temos que jogar com todas as equipas na 2ª volta, onde recebemos três das candidatas aos quatro primeiros lugares, (C. V. Oeiras, Arcozelo, Boavista) jogando fora em Guimarães.

O nosso primeiro objectivo nesta fase é ficar nos quatro primeiros lugares, se possível no 1º lugar, e ter o menor número de derrotas possível.

Depois vamos começar a pensar na segunda fase para conseguirmos ficar nos dois primeiros lugares.

O ano passado por uma derrota na 1ª fase no C. D. Póvoa (adversário nosso do próximo fim-de-semana) não fomos à fase final disputar o título de Campeão Nacional.

Neste momento, temos um pantel mais equilibrado que o da época anterior, o que nós dá esperanças de poder alcançar a fase final, e na mesma lutar pelo título de Campeão Nacional.

O nosso campeonato é muito competitivo. Por exemplo, a equipa da A. A. Académica, a quem nós ganhamos por 3/0 no domingo, tinha perdido com o primeiro classificado por 3/2. O nosso próximo adversário ganhou ao S. C. Arcozelo por 3/2 em casa do mesmo, onde nós perdemos 3/1.

A secção de voleibol tem consciência que com este tipo de disputa do campeonato nacional, é muito dífícil lutar pelo título e respectiva subida de divisão, mas juntamente com os técnicos e jogadoras, estamos empenhados para que isso aconteça, pois o C. F. "Os Belenenses" só pode estar nas divisões principais do nosso desporto.

Espero ter dado uma ideia de como se disputa o nosso campeonato nacional. Em caso de ter alguma dúvida estou ao dispôr.

Mais uma vez agradeço tudo o que tem feito pelo voleibol feminino no blog.

Obrigado ao Luís Bettencourt e esperamos ter dado uma ajuda.

Entretanto, como temos vindo a divulgar, Belenenses-C.D. da Póvoa é domingo, dia 9 de Dezembro pelas 15h00 no Pavilhão Acácio Rosa.

Não percam.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Na AG votei SIM

.

No lugar de Cabral Ferreira teria tomado outras opções estratégicas no pós-eleições, para além das contas que tinham que ser submetidas a AG, apresentava simultâneamente ou uns dias depois um orçamento extraordinário para o ano de 2007.

Como seria evidente, depois da campanha da asneira e terem esgotado o fel nas contas que foram aprovadas, bem torcido nunca existiria ataque credível para contestar um orçamento inerente ao cumprimento de um programa acabado de sair do sufrágio.

Aí, podia a Direcção exigir cobertura financeira e espaço de manobra para os seus propósitos que passariam facilmente, tanto mais que a oposição tinha o corpo dorido de tanta paulada e como não há duas sem três…

A esta hora já tinha feito uma AGE para remodelar os estatutos e esta seria apenas o prolongar do orçamento anterior, com pequenos ajustes e eventualmente negociava uma ou outra questão com correntes presentes para obter o maior consenso possível.

Nunca entraria no proposto aumento de quotas da QUOTA AZUL, porque parece inconsciência, senão vejamos, a proposta de 2007 aumentava um euro nos contribuintes (não eram aumentados há 3 anos) e mantinha a quota azul (instituída no ano), mais lançou uma campanha que foi a única coisa vivível em termos de markting que está em vigor, agora propõe o mesmo aumento de um euro para os contribuintes e cinco para a quota azul, claro falamos em valores mensais, é portanto penalizador e desproporcionado.

O reflexo imediato seria a redução das quotas azuis de modo significativo, em especial para aqueles que apenas fazem uso da piscina, onde a quota lhe confere alguma liberdade, mas que anda ele por ela em relação ao valor da utilização.

Para os futeboleiros nos quais eu próprio me incluo, deixaria de justificar, estaria mais receptivo ao cancelamento dos direitos de entrada livre no pavilhão e à consagração de apenas um acompanhante por jogo mais o acesso livre às piscinas.

Assim pensa um número significativo dos sócios de quota azul que privam directamente comigo e serão uns 10%.

Claro que votei contra o aumento, cônscio que tal como estava descrito não influenciava o orçamento e apenas seria uma mais valia.

Como está na moda a declaração de voto, votei SIM ao orçamento e fui vencido.

Votei SIM, não porque concorde com o orçamento no que se refere às modalidades profissionais e aqui excluo naturalmente o futebol até porque pertence à SAD, mas por dever de consciência.

Votei SIM porque entendo que mal ou bem esta Direcção merecia ter algum espaço de manobra para trabalhar e já lá vai 25% do mandato e não têm qualquer orçamento para se mexerem.

Votei SIM para que a Direcção compre tinta para acabar de pintar o pano de fundo da AG porque as riscas agoniam-me e levar com elas mais de 5 horas deixaram-me doido.

Votei SIM para que a Direcção possa trabalhar com orçamento com que se sente confortável e uma vez que os duodécimos não são uma situação estatutária e o último orçamento aprovado (digamos assim porque acho que não pois houve falcatrua), veio a Direcção que o propôs dar a mão à palmatória que não servia pelo facto de ter apresentado um rectificativo, o qual levou com a respectiva tábua dos bifes.

Votei SIM por confiança no financeiro que trabalha com os números e entender que ele não merece pagar pelos erros que é alheio (Viana de Carvalho ficas a dever-me uma).

Votei SIM porque distingo o meu amigo pessoal Armando do presidente Cabral Ferreira.

Votei SIM porque tenho a obrigação moral de viabilizar pelo menos uma vez a Direcção que mereceu o meu apoio nas eleições.

Votei SIM porque não quero que o Belenenses morra.

Votei SIM porque quero o Belenenses com amadoras e praticantes na piscina para suportar as náuticas (não se entenda profissionais nas amadoras).

Votei SIM porque não acredito que haja neste momento qualquer alternativa a Cabral Ferreira e à sua equipa.


Depois, dada a hora adiantada e não só, faltou-me colocar 7 questões, logo, deixo-as aqui e pode ser que a Direcção me responda:


Porque é que não…
- acabam com as modalidades profissionais?
- apoiam efectivamente as modalidades amadoras?
- fazem outros estatutos?
- instituiem a universalidade (um homem um voto) nas eleições?
- renumeram os sócios?
- modernizam as instalações?
- se cala o JJ?

Claro que reparei que o clube já tem instalados novos sistema de controlo e do mais avançado, neste caso o sistema biométrico que até dispensa cartão magnético, só espero que não usem como acessório o tapete para o controlo de entradas.

É que os tapetes funcionam por peso e para quem pesar mais de 90 kilos, aparece uma mensagem a dizer, “só uma pessoa de cada vez”, se fôr o caso não se esqueçam de criar um atendimento para reclamações de pesados.

Volei é no Restelo

.



Depois da excelente vitória sobre a A.A. Coimbra, segue-se a C.D. da Póvoa 9ª classificada, que se realiza a 9 de Dezembro pelas 15h00 no Pavilhão Acácio Rosa.

Após a 8ª jornada, o Belenenses ascende ao 2º lugar e a classificação geral é a seguinte:

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Cromos do Belenenses

.
Chipenda



O ingresso de Chipenda no Belenenses na época 1995/1996 consumou-se por indicação do treinador João Alves que pretendia construir uma equipa mesclada de jogadores com experiência de I Divisão com jogadores perfeitamente desconhecidos oriundos dos campeonatos nacionais inferiores.
É neste âmbito que Chipenda, aos 26 anos de idade, salta do Atlético da Malveira da III Divisão para os palcos da principal Liga portuguesa para representar o Clube de Matateu.

Chipenda actuava recuado sobre o meio-campo central e as suas características físicas proporcionavam à equipa fulgor na recuperação de bolas e voluntarismo na hora de suster as investidas do adversário.
Não era um jogador vistoso, mas o trabalho que desenvolvia em prol da equipa tornavam-no num elemento de grande utilidade e importante nos equilíbrios dentro de campo.

Durante a pré-época alinhou em bastantes partidas com desempenhos consistentes que evidenciaram as suas reais capacidades, tendo sido desde logo apontado como candidato a jogador-revelação do campeonato que estava prestes a iniciar-se.
No entanto, quando a Liga arrancou, João Alves concedeu a titularidade a Taira, relegando Chipenda para opção de recurso.
Taira nunca vacilou e arrancou para uma grande temporada, acabando Chipenda por jogar muito pouco com a Cruz de Cristo ao peito (ver quadro).

Face à sua escassa utilização no conjunto Azul, na temporada seguinte (1996/1997) rumou até Setúbal para representar o Vitória local, equipa onde permaneceu durante 7 épocas consecutivas até dar por encerrada a sua carreira de futebolista.
Se os adeptos do Belenenses não guardam grandes recordações de Chipenda, já os adeptos do Vitória de Setúbal nunca esconderam a estima e consideração que nutriam pelo atleta.


Dados pessoais do jogador retirados de zerozero.pt e histórico do jogador retirado de ForaDeJogo.net

E vai abaixo...

.


Com 72 votos contra, 6 abstenções e 41 votos a favor o orçamento para 2008 foi chumbado.

Por 60, 5 e 43, respectivamente votos contra, abstenções e favoráveis, foi chumbado o aumento de quotas.

Numa AG conturbada que terminou próximo das 2h00, foram debatidos os principais temas da actualidade e as velhas questões.

Os assuntos diversos para o 3º ponto como pretendia o presidente da mesa José Anes, foram fortemente contestados e substituíu-se a fórmula do "antes da ordem do dia" por informações diversas, satisfazendo assim o quórum presente e o proponente contestatário Duarte Ferreira.

Duarte Ferreira no uso da palavra imputou responsabilidades a Cabral Ferreira ter esclarecido o conselho geral que pretendia reduzir em 50% os salários do andebol, disponibilizou-se para ajudar a legalizar a claque e foi mais longe ao acusar a direcção de não ter idéias.

Já Gouveia da Veiga manifestou surpresa pelo presidente da mesa da AG ter aceite ser presidente da mesa da SAD, pelo hipotético conflito de interesses com que pode ser confrontado.

Sobre o andebol revela que existe entre 4 a 5 meses de salários em atraso e questiona quem fez os contratos, se o Vice Vitor Ferreira ou o presidente da direcção e o vice financeiro, porque o presidente da direcção não pode desconhecer a situação ou configura irregularidade.

De qualquer modo veio a defender a manutenção apenas das modalidades auto-sustentáveis, sem referir uma posição firme de fim imediato do andebol e restantes deficitárias.

Sobre a questão da legalização da Fúria levantada pelo Alexandre (Chouriço), o Vice Pedro Silva alegou que não entregaram os pressupostos legais, pelo que foi fortemente vaiado.

Pedro Patrão acusa a direcção de apelar à ajuda e conclui, querem ajuda ou não?

Cabral Ferreira diz que é sócio da Fúria há anos.

Enfim, os habituais temas acrescidos de outros que marcam a actualidade e no final uma proposta de agendamento de novo orçamento apresentado à mesa por Gouveia da Veiga não mereceu acolhimento, mas a direcção garantiu que se vai reunir e debruçar-se sobre o assunto.

Não sem antes que o presidente da mesa da Assembleia Geral tenha admitido que face a um chumbo, uma de dois caminhos deverá ser tomado, a demissão ou um novo orçamento.

Vejamos qual será a reacção.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Voleibol Belenenses 3 - Académica 0 - Crónica

.


Jogo entre o C. F. "Os Belenenses" e a Associação Académica de Coimbra, realizado no Pavilhão Acácio Rosa às 15.00 horas de 2 de Dezembro de 2007.

Vitória pela diferença máxima, contra a 4º classificada, num jogo em que a nossa superioridade foi evidente.

C. F. "Os Belenenses" / A. A. Coimbra 3/0 (25/12; 25/21; 25/16)

A nossa equipa apresentou o seguinte seis inicial: Mariana Águas, Solange Rodrigues, Lara Fernandes (cap.), Sofia Nascimento, Elisabete Lourenço, Sandrine Sobrinho e Joana Guedes (Libero). Jogaram também Ana Carvalho, Márcia Neves, Ana Fernandes, Andreia Martins e Rita Fernandes.

Um 1º set bem jogado e com muita vontade de vencer, que não deu tempo às atletas adversárias de se organizarem e foi com facilidade que a nossa vantagem foi tão superior que o resultado no final por 25/12, em 17 minutos, foi natural.

No 2º set, as academistas, entraram para modificar a imagem que tinham dado no 1º set, e tentarem demonstrar porque estavam em 4º lugar do campeonato. Estiveram em vantagem até aos 12 pontos, quando com uma boa reacção das nossas atletas, um bom serviço, uma boa recepção e um ataque forte, foi com naturalidade que passámos para a frente do marcador com três pontos de vantagem e até ao final do set não mais fomos ultrapassados e por isso a vitória por 25/21 em 22 minutos.

O 3º set deu para o nosso treinador Afonso Seixas mostrar uma nova formação no terreno de jogo e a qualidade do mesmo foi igual ao 1º set , com muito boas jogadas que muito empolgou as cerca de cinquenta pessoas que estavam no nosso pavilhão, que nunca deixaram as nossas adversárias reagir e poderem equilibrar o set, por isso a nossa vitória por 25/16 em 20 minutos.

Esta vitória a um jogo de acabar o primeira volta, foi importante pois contiunuamos a cumprir os nossos objectivos, que é de ficar nos quatro primeiros lugares (neste momento estamos em 2º Lugar), e o apuramento para a fase final. Este jogo teve um factor importante, pois conseguimos pôr a jogar uma nova atleta, a brasileira Márcia Neves, e o regresso devido a lesão desde o princípio da época da Rita Fernandes, o que tráz neste momento à nossa equipa mais soluções.

O nosso próximo jogo, é no dia 8 de Dezembro às 15. 00 horas no Pavilhão Acácio Rosa, contra o C. D. Póvoa.

Convidamos os sócios do Belenenses a dar o apoio às nossas atletas para que possamos ter mais uma vitória e assistirem a um bom jogo de voleibol.

Luís Bettencourt


Correcção: O próximo jogo será domingo, 9 de Dezembro às 15. 00 horas no Pavilhão Acácio Rosa, contra o C. D. Póvoa.

domingo, 2 de dezembro de 2007

Belenenses deram lição a estudantes

.


Iniciar em grande o 1º set



O 2º set começou algo complicado




No 3º deu Belém. A conclusão… Belenenses 3- Académica 0